Correios lança selo do movimento Maio Amarelo em Goiás

Estatal está engajada na ação que visa à segurança no trânsito

O Maio Amarelo foi lançado em Goiás nesta quinta-feira, 11, pelo governador Marconi Perillo, com a presença do diretor Regional dos Correios em Goiás, Adiel Costa Macedo. A empresa é parceira do movimento pela segurança no trânsito e implementará diversas ações que visam alertar e mobilizar empregados e sociedade para a necessidade de redução do grande número de acidentes. O evento, no Palácio Pedro Ludovico Teixeira, contou com o lançamento de um selo personalizado alusivo ao movimento.

Os Correios, além de utilizarem o alcance da filatelia para divulgar a campanha por meio do selo lançado, irão promover, ao longo do mês, a sensibilização dos funcionários, com a realização de palestra e outras atividades em âmbito interno. O objetivo é conscientizar todos os empregados para a necessidade de uma conduta responsável no trânsito, especialmente os que têm na direção dos veículos da empresa sua atividade principal. A estatal conta, atualmente, com mais de 800 motoristas em Goiás.

Maio Amarelo

O Maio Amarelo é uma ação coordenada entre o Poder Público e a sociedade civil, que objetiva colocar em pauta o tema segurança viária, envolvendo os mais diversos segmentos, com a promoção de atividades voltadas à conscientização para um comportamento mais responsável no trânsito. A escolha do mês foi motivada pela proposta da ONU (Organização das Nações Unidas) quando decretou a Década de Ação para Segurança no Trânsito, em 11 de maio de 2011, estabelecendo que este seria o mês dedicado ao balanço das ações no mundo todo. Já a cor amarela foi escolhida por ser a cor da advertência no trânsito.

De acordo com dados do Detran, os acidentes de trânsito são a segunda causa de mortes no país. Em Goiás, em 2015, foram registrados quase 2 mil óbitos. Entre os maiores fatores de riscos estão o excesso de velocidade e o desrespeito à sinalização e à legislação de trânsito, o que revela que grande parte desses acidentes poderia ser evitada.