2ª Vara do Trabalho de Anápolis tem bom desempenho no controle de processos no rito ordinário

Desembargador-corregedor, Paulo Pimenta, com o juiz Ari Lorenzetti, o diretor da Secretaria da Corregedoria Regional, Marcelo Marques, e a equipe da 2ª VT de Anápolis

Correição realizada na 2ª Vara do Trabalho de Anápolis destacou o bom desempenho da unidade na entrega da prestação jurisdicional no rito ordinário, cujo prazo médio ficou abaixo de 180 dias. O desembargador-corregedor, Paulo Pimenta, também destacou o aumento da produtividade da Vara em 2016 que alcançou índice de 105%, bem acima do aferido em 2015, que foi de 81%.

O desembargador mostrou preocupação, no entanto, com o aumento do prazo médio de duração dos processos submetidos ao rito sumaríssimo, mesmo ciente da situação atípica por que passa a unidade com o desmembramento de três ações coletivas em cerca de 1200 processos submetidos a este rito. Nesse sentido, solicitou aos magistrados que promovam ações visando manter o prazo médio de duração dos processos referentes a esse rito em patamares inferiores a 90 dias.

Leitura da Ata Correcional

A correição ainda apontou o cumprimento de todas as recomendações feitas na ata anterior, razão pela qual o desembargador-corregedor parabenizou toda a equipe de servidores da Vara e o diretor Omar Toledo pelo comprometimento e empenho no trabalho.

Por fim, o desembargador-corregedor cumprimentou os juízes Ari Pedro Lorenzetti e Wanessa Vieira e o diretor Omar Toledo pelo bom ambiente de trabalho.

Metas

A 2ª Vara do Trabalho de Anápolis conseguiu cumprir quatro das sete metas do CNJ em 2016. No atual exercício, foi elogiada pelos resultados parciais obtidos no cumprimento das metas 2 (julgar processos mais antigos – distribuídos até o fim de 2015 no primeiro grau), 6 (priorizar o julgamento de ações coletivas) e 7 (priorizar o julgamento dos processos dos maiores litigantes), cujos índices alcançaram, respectivamente, 109,19%, 102,04% e 126%.

Durante os trabalhos correcionais, o desembargador-corregedor recebeu a visita dos advogados Maurício Santos, Antônio Goulart, Rafaela Goulart, Sunaika Indiamara Moura, André Luiz Ignácio de Almeida, Rosana Garcia Silva, Fabrício José de Carvalho, Janeti Mello e Eduardo Mello. Na ocasião, eles ressaltaram o cordial tratamento dispensado aos advogados pelos magistrados e servidores deste juízo, bem como a celeridade no andamento dos processos.