A Câmara Municipal está se transformando em um puxadinho da Prefeitura

O vereador Antônio Gomide (PT) é o único que faz oposição na Câmara Municipal de Anápolis à atual administração. Além da dificuldade para aprovar qualquer tipo de proposição que não seja do absoluto agrado do Executivo, o vereador Gomide vem tendo seu trabalho boicotado pela Mesa Diretora da Câmara. A maior prova disso é que os pronunciamentos de Gomide são publicados nas páginas internas do site da Câmara enquanto que os pronunciamentos do líder do prefeito, em resposta ao ex-prefeito Antônio Gomide, são publicados em destaques pelo site, ou seja, na página inicial do blog do Legislativo.

A decisão de boicotar o trabalho de um vereador não pode nunca ser de responsabilidade exclusiva do provedor de conteúdo do site, mas da própria presidência da Casa, ou seja, do vereador Amilton Filho, que neste caso só poderia estar a serviço do prefeito Roberto Naves. Esse tipo de discriminação pode inclusive gerar um processo de improbidade administrativa, já que o site da Câmara Municipal é parte integrante do legislativo e por isso mesmo não pode atender a interesses políticos partidários.

Um caso concreto e que prova essa perseguição injustificável ao único vereador de oposição na Casa é o fato ocorrido no início desta semana, quando Antônio Gomide usou a tribuna três vezes em três sessões diferentes. Numa delas, falou sobre as mudanças na Educação, o que provocou a resposta do líder do prefeito. A resposta está no site entre os destaques, enquanto a fala do único vereador de oposição da Casa não aparece na página principal do site.

Foi devido à mobilização popular desencadeada pelo sindicato de Professores e pela denúncia de Gomide que o prefeito decidiu recuar da iniciativa e abortar as mudanças na Educação, no entanto, o senhor Roberto Naves, usando de sua força como gestor do dinheiro público, certamente orientou a Mesa Diretora da Câmara para não abrir espaço para a fala do vereador de oposição, mas dando total destaque na fala do seu líder na Câmara. Para os leitores do site da Câmara, ficou parecendo que o líder do prefeito deu uma resposta sem que houvesse o questionamento da oposição.

Perseguição mesquinha assim só serve para transformar a oposição em vítima e nada soma para a administração municipal, além de mostrar para a sociedade que o Legislativo Municipal não passa de um puxadinho da Prefeitura Municipal, onde o prefeito manda e desmanda.