Confirmada vinda da presidente do STF a Goiânia

A ministra Carmén Lúcia (foto), presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Conselho Nacional de Justiça (STJ), virá a Goiânia na sexta-feira (9), às 9 horas, quando participará de reunião institucional sobre o sistema prisional goiano, que passou por uma rebelião no primeiro dia de 2018. O encontro será no Fórum Cível (Avenida Olinda, Qd G. Lote 04 – Park Lozandes).

Durante a visita, que ocorrerá pouco mais de um mês após a ocorrência do colapso no semiaberto do complexo prisional de Aparecida de Goiânia, a ministra conhecerá uma série de medidas que foram tomadas pelo Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO) para tornar mais célere o trâmite de processos de presos dos regimes aberto, semiaberto e em condicionais para progressão.

O Tribunal de Justiça do Estado de Goiás iniciou uma força-tarefa na 2ª Vara da Execução Penal de Goiânia, que, apesar de estar atualizada, conta com demanda de quase 9 mil processos. Até agora, já foram movimentados mais de 4 mil autos e feitas, aproximadamente, 500 audiências e 1,3 mil atos processuais.

Além disso, cerca de 6 mil presidiários já foram inseridos no Banco Nacional Monitoramento de Prisões (BNMP 2.0), o que representa cerca de 30% da população carcerária goiana total do Estado. O BNMP reúne informações processuais e pessoais de todos os detentos sob custódia nos Estados e permite o acompanhamento das prisões em tempo real em todo o País.

Imprensa
A ministra Cármen Lúcia, de praxe, não concede entrevista, nem permite a participação da imprensa não oficial em eventos que participa. No entanto, o presidente do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás, desembargador Gilberto Marques Filho, atenderá os jornalistas após a reunião. Por uma questão de organização e melhor atendimento, os repórteres interessados podem se credenciar neste link: http://bit.ly/2nvF6LN Uma sala de imprensa será montada no local. (Texto: Aline Leonardo – Foto: Aline Caetano)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *