Curitiba é tomada por manifestantes em defesa de Lula

Governador do Paraná coloca a Polícia Militar para amedrontar os manifestantes que estão em Curitiba.

Curitiba, a terra do juiz Sérgio Moro, já começa a ficar com a cara diferente com a chegada de milhares de apoiadores do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que prestará depoimento na 13ª vara federal da capital do Paraná.
Os organizadores dos alojamentos dos manifestantes calculam que aproximadamente 30 mil pessoas chegarão a Curitiba até por volta do meio dia desta quarta-feira (10). Os manifestantes não poderão chegar próximo ao Fórum da Justiça Federal, onde será realizada a audiência com Lula, mas eles ficarão o mais próximo possível, aguardando o desenrolar dos acontecimentos. O juiz Sérgio Moro já proibiu qualquer tipo de gravação do depoimento, fato este que vem sendo criticado por juristas de todo o Brasil.

Não está programado nenhum encontro do ex-presidente Lula com os manifestantes, mas tudo indica que logo após o término do depoimento, que pode ocorrer na noite desta quarta-feira, Lula poderá comparecer ao local em que os manifestantes tiverem reunidos para falar sobre a perseguição que vem sofrendo por parte do juiz Sérgio Moro e da grande mídia.
Os organizadores dos movimentos dos manifestantes não sabem dizer quantas pessoas já chegaram a Curitiba, mas o MST garante que só daquela organização serão mais de vinte mil trabalhadores rurais presentes.