Delegacia Regional de Fiscalização autua cargas irregulares em Porangatu

Na madrugada desta quarta-feira, dia 10, o comando volante da Delegacia Regional de Fiscalização (DRF) de Porangatu acompanhou e flagrou caminhão carregado de cervejas e bebidas quentes transitando sem nota fiscal pela BR-153. Como o veículo não parou para o fisco em Santa Tereza de Goiás, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) foi acionada e conseguiu pará-lo na BR 153. Os fiscais constataram que o caminhão transportava mercadorias sem nota avaliadas em cerca de R$ 100 mil. Foi lavrado auto de infração no valor de R$ 39 mil para pagamento à vista.
O veículo já vinha sendo monitorado pelo programa Fiscalização Inteligente e Seletiva da Sefaz, que cruza informações de documentos como Notas Fiscais (NFe) emitidas, Conhecimentos de Transportes (CTe) e obrigações acessórias, com dados cadastrais de empresas e transportadoras e alterações em quadros societários. Com o cruzamento desses dados, o sistema consegue criar uma blacklist com sonegadores contumazes. “Estávamos monitorando ele desde terça-feira (9) quando passou pelo Distrito Federal”, comenta Josimar Rodrigues Duarte, delegado fiscal de Porangatu.
Além dessa abordagem, os fiscais da DRF de Porangatu também flagraram camionete carregada com colchões magnéticos transitando com nota inválida. “A nota caracterizava a carga como colchão comum quando, na verdade, transportava colchão magnético”, explica Josimar. As mercadorias foram avaliadas em mais de R$ 20 mil e auto de R$ 6 mil foi quitado. “O comando volante faz abordagens de rotina, na rodovia BR 153 e em outras que circuncidam a região flagrando o trânsito de diferentes tipos de mercadorias e irregularidades”, comentou o delegado regional.