Fora Temer e agora também “Fora Roberto”, ambos provaram que são incompetentes.

O jornalista Fábio Victor, do jornal Folha de São Paulo esteve em Anápolis para fazer uma reportagem sobre a cidade berço da JBS. Na reportagem publicada pelo jornal paulista, o repórter disse a certa altura:
“Tal boa vontade com os Batistas não se vê em Anápolis, berço da JBS, cidade industrial cuja feiura urbana só parece ser quebrada por um agradável parque, o Ipiranga”.
Reação
Algumas pessoas reagiram contra o comentário do jornalista. No entanto, é preciso compreender que quem tem que emitir opinião sobre a cidade é exatamente gente de fora. Ele achou a cidade feia. É a opinião dele. Não se pode obrigar uma pessoa achar uma cidade bonita se ela de fato está feia. Neste momento Anápolis vive a pior fase de sua história. Um prefeito que não deu conta de administrar a cidade e acaba de transferir a responsabilidade que recebeu das urnas para um cidadão que veio de Palmas, no Tocantins, depois de passar pela presidência da Conab, época em que o Feijão pulou de R$2,00 para R$14,00, tem mesmo é que jogar a toalha.
De fato a cidade está um bagaço e sem qualquer perspectiva de melhorar porque o novo gestor da cidade não deu conta de segurar o preço do feijão, como vai dar conta de fazer Anápolis voltar ao que era na época de Antônio Gomide? É a resposta que se houve na cidade, depois que ocorreu o comentário da Folha de São Paulo.
Se no Brasil o povo está gritando “Fora Temer”, em Anápolis é preciso gritar “Fora Roberto”

Quem é o novo gestor da Prefeitura de Anápolis

A contador Igo dos Santos Nascimento foi diretor da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). A nomeação dele foi publicada no Diário Oficial da União em ato assinado pela ex-presidente Dilma Rousseff (PT) e pela ex-ministra da Agricultura, Kátia Abreu.

Assim que foi eleito o prefeito Roberto Naves importou o senhor Igo dos Santos Nascimento de Palmas, no Tocantins para compor seu secretariado, por indicação do deputado Jovair Arantes, mas que também foi seu colega na diretoria da CONAB. O novo gestor de Anápolis, por delegação irregular assinada pelo prefeito, só conheceu a cidade de Anápolis após ser nomeado secretário Municipal, pelo atual prefeito. Em Palmas, o senhor Igo dos Santos Nascimento era ligado ao deputado Irajá Abreu (PSD), que teve seu nome citado por delatores ligados à Odebrecht, por ter recebido R$100 mil para a sua campanha eleitoral de 2014, cujo valor não consta de sua prestação de conta junto ao TRE de Tocantins.

 

1 comentário


  1. O quê é padrão de beleza para esse cidadão da Folha? Rio de Janeiro, que se resume apenas em favelas? Ou São Paulo, que fede e mais parece um esgoto a céu aberto com seus rios Tietê e Pinheiros? Mas é entendível tal comentário, vindo de um profissional da folha “comunista” é de se esperar esse tipo de incoerência.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *