GAB prende grupo que planejava sequestrar gerente de banco em Anápolis

 

Grupo era comandado por detento que, de dentro do presídio, dava as coordenadas para comparsas, que sequestrariam gerente

O Grupo Antirroubo a Banco (GAB) da Delegacia de Investigações Criminais (Deic) prendeu na última quinta-feira (24) um grupo suspeito de planejar o sequestro de um gerente de banco na cidade de Anápolis. De acordo com as investigações, que duraram cerca de 30 dias, Marcos Aurélio Ferreira Morais, preso no Centro de Inserção Social daquele município, era quem liderava o grupo.

Segundo o delegado Alex Vasconcelos, coordenador do GAB, o detento repassava ordens aos demais integrantes da quadrilha por meio de sua esposa, Noemi dos Santos Teixeira, de 21 anos.  Além da mulher, foram presos Diego Oliveira Nunes de Jesus, de 28 anos, e Renato Queiroz Batista, de 25 anos, que seriam os responsáveis por monitorar a rotina da futura vítima.

Na mesma ação, foi preso ainda Wander Rodrigues de Oliveira, de 33 anos, com quem estava a espingarda calibre 12 modificada que seria usada na ação criminosa. Todas as prisão decorreram de mandados expedidos pelo Poder Judiciário de Anápolis, após investigação e representação da Polícia Civil. Os envolvidos deverão responder pelos crimes de associação criminosa armada e posse de arma de fogo de uso restrito.

O delegado Samuel Moura, adjunto do GAB, destaca que esta é a terceira organização criminosa especializada no crime conhecido como “sapatinho” que foi desarticulada neste ano. Ele afirma que o índice de resolutividade de delitos de extorsão mediante sequestro de parentes de gerentes de bancos é de 100% em 2017.(Fonte: Polícia civil)