Jovem de 18 anos é preso por homicídio menos de 40 dias após deixar centro de internação

 

 

Mosair dos Santos Oliveira Junior, de 18 anos, foi preso em flagrante no dia 8 de janeiro de 2018, em Goianésia, suspeito de assassinar a facadas Gisele D’Abadia, de 22 anos, horas antes de ser detido. O suspeito havia deixado o centro de internação há menos de 40 dias, onde cumpria medida sócio-educativa por ato infracional análogo aos crimes de tentativa de homicídio e roubo.

Segundo a Polícia Civil, Gisele era usuária de drogas e foi morta com pelo menos seis facadas, na madrugada do dia 8, no Bairro Jardim Esperança. A procura pelo autor do homicídio teve início imediatamente após a comunicação do crime. Depois de identificar e localizar Mosair, os policiais encontraram com ele a faca que teria sido utilizada no crime, suja de sangue, além de roupas e chinelos, também manchados.

Na delegacia, Mosair confessou o homicídio e apontou onde teria abandonado a bicicleta da vítima, levada após o crime. O suspeito havia ficado dois anos internado em unidades de atendimento sócio-educativo juvenis. Durante esse período, ele cometeu quatro tentativas de homicídio e três lesões corporais contra menores internos, além de dano qualificado durante tentativa de fuga.

Segundo o delegado Marco Antônio Maia, titular da 15ª Delegacia Regional de Goianésia, o assassinato de Gisele foi motivado pela dependência química, visto que a mesma fazia programas e cometia pequenos furtos e roubos, para manter o vício em crack. A investigação que culminou com a rápida elucidação do crime foi coordenada pelos delegados Murillo Leal Freire e Polliana Bergamo.(Fonte: Polícia Civil)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *