Mãe suspeita de agredir criança de 2 anos é autuada por maus-tratos

 

Uma mãe foi autuada por maus-tratos, no dia 16 de outubro, em Luziânia, depois de denúncia feita à Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA). Conforme o comunicado, comprovado pelos policiais, a mulher estaria maltratando a própria filha, de apenas dois anos de idade. T.C.P.S. também foi autuada por desobediência e resistência.

Segundo informações da Polícia Civil, a denúncia dava conta de que a criança presenciava gritarias, xingamentos e era vítima de negligência, além de ser agredida por sua genitora. Munidos da informação, os agentes da Polícia Civil seguiram até o endereço citado na denúncia, acompanhados de representante do Conselho Tutelar.

No local, estava a família do marido de T.C.P.S, que reportou as agressões praticadas pela mãe contra a criança. Segundo testemunhas, num determinado dia, a agressora chegou a introduzir um cotonete no ouvido da criança até machucá-la, tendo sido a menor socorrida, na ocasião, pelo próprio pai.

A agressora, ao ser indagada pelos policiais civis, começou a agredi-los verbalmente, além de desdenhá-los e desacatá-los. T.C.P.S. ainda resistiu violentamente quando foi solicitado que acompanhasse os policiais até a delegacia, obrigando-os a fazer uso de força.

Segundo o delegado Maurício Passerini, a mulher possui outra filha, de cinco anos, a qual está sob a guarda da avó paterna, justamente por histórico de violência e maus-tratos. T.C.P.S. possui histórico violento de agressões, chegando a agredir o próprio companheiro, tanto verbal como fisicamente. A mulher ainda está grávida do terceiro filho e será monitorada pela DPCA e pelo Conselho Tutelar. . (Fonte: Polícia Civil)