Mais de 2,3 toneladas de produtos irregulares são apreendidos em supermercado da capital

A Superintendência de Proteção aos Direitos do Consumidor (Procon Goiás), a Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra o Consumidor do Estado de Goiás (Decon) e a Vigilância Sanitária Municipal aprenderam nesta segunda-feira, dia 15, um total 2,368 toneladas de produtos que eram comercializados, de forma irregular, no Supermercado Vieira, no Jardim Novo Mundo, em Goiânia. Entre os produtos apreendidos estavam carnes, leite, matérias primas para a fabricação de pães e sucos.
A apreensão foi feita durante inspeção realizada no local após recebimento de denúncia. O estabelecimento foi interditado e os produtos apreendidos foram levados para o aterro sanitário de Goiânia, onde serão descartados.
De acordo com Procon Goiás, as maiores irregularidade foram encontradas no açougue, na panificadora e no setor de estoque do estabelecimento. Haviam produtos vencidos, sem data de fabricação e vencimento, sem informação de origem e produtos armazenados de forma inadequada, tanto no que se refere à temperatura ideal quanto à higienização dos locais em que foram encontrados. A situação do maquinário utilizada na panificadora do supermercado também foi considerada precária pelos agentes fiscais.
No estoque do estabelecimento foram encontrados produtos alimentícios armazenados na entrada de um dos banheiros. Os agentes fiscais também constataram violação nas embalagens dos produtos ocasionada, supostamente, pela ação de roedores.