Operação interdita farmácia por venda ilegal de remédios controlados

 

Uma farmácia localizada na Avenida 85, no Setor Sul em Goiânia, foi interditada no dia 9 de janeiro, suspeita de realizar comércio ilegal de medicamentos sujeitos a controle especial. De acordo com o delegado responsável pelo caso, Frederico Maciel, da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra o Consumidor (Decon), o local mantinha um escritório situado no fundo do imóvel, onde ocorria a venda dos remédios.

“A porta que dava acesso ao cômodo ficava oculta por um painel, assim quando a Vigilância Sanitária fazia fiscalização o quarto não era encontrado”, explicou Maciel. Em depoimento, os funcionários da farmácia informaram que o escritório funcionava há quatro anos. No escritório, a polícia apreendeu medicamentos de uso controlado, como psicotrópicos, entre eles Ritalina e Rivotril, além de anabolizantes, notificações de receitas em branco, seringas já utilizadas e novas.

Segundo o delegado, a Polícia Civil começou a investigar o caso após denúncias da própria Vigilância Sanitária. A corporação recebeu informações de que o estabelecimento comprava grandes quantidades desses medicamentos controlados, mas os fiscais não só não encontravam os remédios em estoque, como também não havia registro da venda deles através da farmácia.

O proprietário da drogaria interditada, que não estava no local no momento da ação policial, já tem passagem por falsificação de documento público e crime contra a ordem tributária, e responderá pela prática de tráfico de drogas e crime contra saúde pública. A ação que resultou na interdição do estabelecimento foi realizada em conjunto com a Vigilância Sanitária Municipal de Goiânia e Conselho Regional de Farmácia, com apoio do CAO do Consumidor – Ministério Público do Estado de Goiás.(Fonte: Polícia Civil)

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *