Polícia Civil de Inhumas indicia sete por fraudes em licitações e pede prisão de ex- secretário

 

A Polícia Civil de Inhumas concluiu inquérito policial que apurou supostas fraudes licitatórias realizadas no âmbito da Secretaria Municipal de Saúde daquele município no ano 2016, época em que o titular da pasta era o indiciado Carlos André Vila Verde Álvares da Silva

Segundo as investigações, presididas pelo delegado de polícia Humberto Teófilo (foto), há indícios fortes de que, no ano de 2016, houve fraude em duas licitações para aquisição de equipamentos médicos e odontológicos que beneficiaram o empresário Marcos Antônio de Paula.

De acordo com o delegado, em uma das licitações supostamente fraudadas, houve o desvio de dinheiro público no montante de aproximadamente R$ 25 mil, motivo que levou ao indiciamento dos investigados também pelo crime de peculato.

O delegado ainda representou pela prisão preventiva do ex-secretário Carlos André, justificando a importância do cargo exercido na ocasião, que exigia probidade na gestão do Fundo Municipal de Saúde, o qual, no entanto, foi utilizado em benefício próprio.

Além do ex-secretário Carlos Andre Vila Verde Álvares da Silva e do empresário Marcos Antônio de Paula, estão entre os indiciados o presidente da comissão de licitação, Rogério Sousa Silva e o servidor Rodolfo de Moraes Duarte Neto. Os demais envolvidos são dois membros da comissão e outro empresário, que, segundo Teófilo, tiveram participação de menor importância no esquema.(Fonte: Polícia Civil)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *