Polícia Civil de Itumbiara prende proprietária rural em flagrante por receptação

 

Abelaine Rodrigues Martins foi presa ao manter, em sua propriedade, reboque objeto de roubo no Mato Grosso e agrotóxicos com registros raspados

Abeliane Rodrigues Borges

O Grupo Especial de Repressão a Crimes Contra o Patrimônio (Gepatri) de Itumbiara, coordenados pelo titular da 6ª Delegacia Regional de Polícia Civil (DRPC), delegado Ricardo Chueire, efetuou a prisão da produtora rural Abeliane Rodrigues Borges Martins, 35 anos, na terça-feira (22). Abeliane foi presa durante operação deflagrada em uma fazenda localizada no KM 54 da GO-206, em Inaciolândia. No local, foi apreendida uma carreta reboque tanque que fora roubada de uma transportadora de Barra do Garças, no Mato Grosso.

Adelardo Joaquim

Ao adentrarem o local, os policiais civis se depararam com o reboque sem placa e aparentando ser novo. Ao submeterem o número do chassi a consultas, os investigadores constataram se tratar de produto de crime anterior. Havia suspeitas de que o veículo seria utilizado de forma estática no interior da Fazenda para servir como depósito de diesel do maquinário rural da propriedade.

Ainda na fazenda, foi apreendida certa quantidade de agrotóxico cujos números de lote das embalagens haviam sido suprimidos com vistas a ocultar a origem possivelmente ilícita do produto, situação que será verificada no curso do inquérito. Além de Abeliane, deve ser indiciado também seu marido, Adelardo Joaquim Martins da Silva, 50 anos. Ele percebeu a presença da Polícia Civil no local e está foragido.

A operação para retirada do reboque e agrotóxico do lugar, bem como seu transporte até Itumbiara, estendeu-se por parte da noite de terça-feira (22). Abeliane foi autuada pelo crime de receptação qualificada, que prevê pena de reclusão de três a oito anos e foi recolhida no Presídio de Sarandi, onde permanece à disposição do Poder Judiciário de Cachoeira Dourada. (Fonte: Polícia Civil)