Polícia Civil prende ginecologista por abuso sexual de pacientes

 

A Polícia Civil do Estado de Goiás prendeu na manhã desta terça-feira, dia 23, o médico ginecologista, J.S.L.N., de 58 anos, em cumprimento de mandado de prisão preventiva, expedido pela 10ª Vara Criminal.O médico foi condenado em 2015 por Crime de Violação Sexual Mediante Fraude. A defesa do médico recorreu da decisão e ele continua trabalhando normalmente.

Em dezembro de 2017, o médico abusou de outras três pacientes durante das consultas. Ele as submeteu à prática de atos libidinosos, enquanto procedia aos exames ginecológicos de rotina. Em um dos casos, o médico chegou a submeter a vítima à prática de sexo oral.

O médico, preso na Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (DEAM), trabalhou por trinta anos em um grande hospital, na região central de Goiânia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *