Policiais do Amazonas recambiam acusado de homicídio preso em Anápolis

 

A Polícia Civil de Goiás, através de policiais civis lotados na 3° Delegacia Regional de Polícia, com apoio da Gerência de Operações de Inteligência, prendeu, no último dia 9 de novembro, Rodolfo Barroso Martins, conhecido como “Gigante”. Ele é acusado de ser o mandante da morte do policial militar do Amazonas, Paulo Sérgio da Silva Portilho, de 34 anos, que desapareceu no dia 26 de maio deste ano e cujo corpo foi encontrado quatro dias depois, enterrado em pé.

Rodolfo foi preso em ação conjunta entre as polícias civis do Amazonas e de Goiás, através da 3ª Delegacia Regional de Anápolis. O mandado de prisão preventiva foi expedido pelo juiz plantonista Julião Lemos Sobral Júnior, do Amazonas.

Na tarde desta quinta-feira (16), policiais do Amazonas estiveram em Anápolis para recambiar o acusado para Manaus. Em entrevista à imprensa, a Delegada Regional de Polícia Civil de Anápolis, Aline Vilela, ressaltou o trabalho da Polícia Civil de Goiás para cumprir o mandado de prisão preventiva contra Rodolfo, que estava morando numa casa da periferia de Anápolis.(Fonte: Polícia Civil)