Prefeitura cobra e Saneago inicia projeto que vai garantir o abastecimento de água na cidade

A primeira fase do projeto que vai evitar a falta d’água em Anápolis começou a ser executada com a perfuração de dois, dos 40 poços artesianos que irão alimentar a atual estação de tratamento. Com essa boa notícia, o prefeito Roberto Naves, em reunião com o presidente da estatal, Jalles Fontoura, buscou dar mais celeridade para a solução de uma de suas principais promessas de campanha – a sustentabilidade hídrica. O encontro ocorreu, nessa quinta-feira, 10, em Goiânia.

Roberto Naves cobrou o cronograma de obras executadas pela empresa, pois segundo ele, o tempo está correndo depressa e as soluções devem ser apresentadas. “A Saneago deve ser cobrada pela oportunidade que pediu a cidade de Anápolis, se não cumprir, nós vamos fazer o que precisa ser feito”, disse o prefeito.

A segunda fase do projeto contemplará a transposição do Córrego Capivari até o Piancó, que abastece a cidade. Já a terceira fase, consiste na construção de estações de captação e tratamento. O orçamento total das obras é de R$ 118 milhões.