Presa dupla que acertou motorista por engano ao disparar contra travestis em Goiânia

presos dihA Polícia Civil, por meio da Delegacia Estadual de Investigação de Homicídios (DIH) apresentou, na manhã desta terça-feira (7), os presos José Neres Guimarães e Pedro Henrique Rezende Nascimento, apontados como os responsáveis pela morte de José Leandro Alves Cavalcante, ocorrida em maio de 2017, no Bairro São Francisco, em Goiânia.

Segundo o delegado Thiago Martimiano, responsável pelas investigações, José Leandro foi atingido quando passava pelo local, no momento em que a dupla se vingava de um desentendimento com travestis que trabalham nas imediações. “José Leandro não tinha nada a ver com a briga. Ele morava no São Francisco e passava por lá na hora”, contou Martimiano.

De acordo com as investigações, a dupla foi até o local procurar travestis, mas se desentenderam com os mesmos depois que não chegaram a um acordo quanto ao valor do programa. Os travestis teriam, então, agredido a dupla, além de subtrair carteira e celular dos suspeitos. Depois da briga, Pedro Henrique e José foram até Trindade e buscaram a arma, um revólver calibre 357. Eles retornaram ao Bairro São Francisco e atiraram contra os travestis.

Na sequência, a dupla voltou para Trindade e registrou uma falsa ocorrência de roubo de veículo, na tentativa de criar um álibi. Após a prisão, eles confessaram o crime. “Eles alegaram, no entanto, que atingiram a vítima por engano. O disparo efetuado por Pedro Henrique teria atingido o homem no momento em que José acelerou o veículo, depois que o comparsa efetuou o primeiro disparo”, explicou. (Fonte: Polícia Civil)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *