Presa quadrilha que sequestrou gerente de banco em Nerópolis

 

Quatro suspeitos de participarem do sequestro do gerente do Banco do Brasil de Nerópolis na manhã de segunda-feira (18) foram presos durante uma ação integrada entre policiais civis e militares. Com o quarteto, cujos membros têm entre 18 e 23 anos, os policiais apreenderam celulares, uma pistola e uma banana de dinamite com detonador. Eles foram apresentados na Delegacia de Investigações Criminais (Deic).

Segundo o delegado Alex Vasconcelos, titular do Grupo Antirroubo a Banco (Gab), Flávio Henrique Arruda Campos, de 20 anos, Erick Pereira da Silva, de 19 anos, Henrique Brendo dos Santos, de 23 anos, e Maxwell Rodrigues Mariano, de 18 anos, que é conhecido pelo apelido de “seis dedos”, participaram de forma efetiva do sequestro e da tentativa frustrada de roubo ao banco.

Armados, eles entraram na casa da família durante a madrugada, e ficaram escondidos na área. Depois que a esposa do bancário saiu para trabalhar, os bandidos renderam o homem e as duas filhas do casal. O bancário foi obrigado ir até à agência bancária enquanto a família ficava sobre a mira dos bandidos. No entanto, populares desconfiaram do movimento suspeito no banco e chamaram a polícia.

Após perceberem a movimentação de policiais, eles amarraram explosivos ao corpo do gerente e fugiram. As filhas do casal foram deixadas na GO-080, mesmo local onde os assaltantes abandonaram o veículo usado na ação. Uma equipe do Grupo Tático da Polícia Civil (GT3) foi acionada e conseguiu retirar os explosivos amarrados ao corpo do gerente, sem qualquer dano à vítima. (Fonte: Polícia Civil)